Últimas
Home / Cultura / Festival Varilux quer integrar cinemas francês e brasileiro

Festival Varilux quer integrar cinemas francês e brasileiro

Festival Varilux de Cinema Francês acontece até dia 20, no Brasil (Crédito: Reprodução/Facebook)

A edição 2018 do Festival Varilux de Cinema Francês inicia nesta quinta-feira e vai alcançar mais de 60 cidades brasileiras até o próximo dia 20. Serão apresentados 20 longas-metragens franceses inéditos e, além dos filmes, o festival terá ainda encontros franco-brasileiros, cursos e mostra de curtas-metragens.

Com apoio da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, o festival terá este ano sessões gratuitas ou com preços populares, cuja intenção é democratizar o acesso ao cinema.

Entre as produções que serão exibidas, destacam-se três filmes da nova geração francesa de cineastas: Custódia, de Xavier Legrand; A Excêntrica Família de Gaspard, de Antony Cordier; e Diane (Diane a les épaules), de Fabien Gorgeart. O Amante Duplo, último longa de François Ozon, é também um dos filmes mais aguardados desta edição.

Nos encontros franco-brasileiros, os temas que serão abordado são a coprodução internacional, financiamento, regulamentação e mercados do cinema na Europa e no Brasil. Os encontros ocorrem em Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro nos dias 4, 6 e 8 de junho, respectivamente, com entrada franca.

O público de Salvador e do Rio de Janeiro poderá conferir ainda a Masterclass Realidade Virtual, ministrada pelo roteirista e diretor de experiências em vídeo 360°, Fouzi Louahem. Com mais de 15 anos de experiência na área da comunicação, Louahem se dedica ao desenvolvimento de projetos audiovisuais e multimídia.

Sessões educativas

O Varilux conta também com sessões educativas que propõem possibilidades de diálogo entre o cinema estrangeiro e o universo escolar. As sessões serão gratuitas e feitas especialmente para instituições de educação em todo o Brasil, em cinemas, escolas e cineclubes.

 O filme escolhido para integrar a sessão educativa é A Raposa Má, longa-metragem ganhador do César de Melhor animação em 2018.

Serão realizadas sessões educativas nas cidades de Manaus, Campo Grande, Belém, Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Cariri, Macaé, Niterói, Natal, Florianópolis, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, São Carlos, Rio de Janeiro, Brasília, além de outros municípios do Estado do Rio de Janeiro.

Fonte: Ministério da Cultura

Sobre o portal gastromundo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*