Últimas
Home / Destaques / Viajar com crianças exige atenção redobrada

Viajar com crianças exige atenção redobrada

É sempre bom os pais verificarem algumas regrinhas, antes de viajar com as crianças (Crédito: Divulgação)

Viajar de férias com a família é tudo de bom, né? Ainda mais quando se tem crianças no pacote. Mas, para que não haja transtornos naquele passeio tão esperando, a MAP Linhas Aéreas preparou uma série de dicas para ajudar na organização da viagem com as crianças.

Uma dúvida bastante comum dos pais é a partir de que idade as companhias aéreas permitem o transporte de crianças. A gerente de aeroportos da companhia, Thais Monteiro, afirma que o indicado pelas empresas é que o bebê tenha mais de sete dias. Em caso de dúvida, o ideal é consultar o médico pediatra e verificar se não há nenhum problema em realizar a viagem.

Outra dúvida muito recorrente, segundo ela, é em relação aos documentos e autorização para viajar com criança. Menores de cinco anos precisam estar acompanhados de um dos pais ou responsáveis legais.

Já as crianças com idade entre 5 a 12 anos incompletos podem viajar desde que estejam acompanhados de um dos pais ou parentes até o terceiro grau (irmãos, tios e avós), maiores de 18 anos e apresentar documento de identidade ou certidão de nascimento. Para viagens desacompanhadas é necessária autorização judicial.

Acima de 12 anos de idade é obrigatória a apresentação do documento de identidade. Em viagens internacionais é necessário apresentar o passaporte. Se o país de destino exigir visto para a entrada, os pais devem solicitar com antecedência.

É comum os pais sentirem medo de a criança ter alguma dor ou incomodo durante o voo. Por isso, ressalta Thais, é muito importante que antes da viagem os pais consultem o pediatra para maiores esclarecimentos e para saber como agir.

“A movimentação do avião pode causar náuseas e é bastante comum a dor de ouvido, devido a despressurização. O pediatra vai poder indicar o medicamento adequado ou como fazer para ajudar a diminuir o desconforto”, frisou a gerente de aeroportos da MAP.

Se a criança for maior de 5 anos uma dica que ela dá é tentar deixar o voo mais divertido. Para isso, os pais podem levar desenhos para as crianças pintarem ou jogos eletrônicos.

Na bagagem de mão a orientação é para que os pais levem todos os itens que deverão ser usados pela criança, como fralda, mamadeira, leite, papinha, chupeta, brinquedos, medicamento se for o caso, entre outros.

É importante levar também o cartão de vacinação da criança, para apresentar, se for necessário. Caso precisem, os pais podem pedir auxílio dos comissários de bordo, para resolver algum problema que surja durante o voo.

Sobre o portal gastromundo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*