Últimas
Home / Destaques / Letícia, porta de entrada mais econômica para a Colômbia

Letícia, porta de entrada mais econômica para a Colômbia

Cidade colombiana de Letícia faz fronteira com o município amazonense de Tabatinga (Crédito: Divulgação)

Para quem mora em Manaus, no Amazonas, e pretende tirar férias na Colômbia – no caso, Bogotá e Cartagena – aqui vai uma dica preciosa: a rota por Tabatinga-Letícia representa uma economia de custo significativa no orçamento. Vale a pena pesquisar, antes de decidir pela compra.

Em novembro deste ano, por exemplo, a passagem (ida e volta) Manaus – Bogotá – Cartagena estava custando R$ 5,5 mil (com as taxas). Comprando a passagem de Manaus para Tabatinga (ida e volta), município amazonense vizinho de rua da cidade colombiana Letícia, o bilhete saía a R$ 500 (com as taxas). O voo Letícia – Bogotá – Cartagena (ida e volta) estava a R$ 850 (já com as taxas), totalizando R$ 1.350.

Além da vantagem de preço, o tempo de conexão entre as cidades, saindo de Letícia, não difere muito do voo que vai de Manaus direto para Bogotá. E, se o turista preferir, ainda pode passar uns dias em Letícia, que é uma cidade pequena, mas com bons atrativos – hotéis, bares e restaurantes bacanas, lojas de perfumes importados com preços bem abaixo do mercado brasileiro, o movimento intenso do comércio e o povo simpático e hospitaleiro.

Quem fizer esse roteiro tem que ficar atento para um detalhe importante: na ida, o voo que sai de Manaus chega em Tabatinga 11h50 (são duas horas de viagem) e o passageiro tem que pegar as malas e ir até a Polícia Federal (PF), para carimbar o passaporte com a saída do Brasil. Não tem posto da PF no aeroporto, somente na sede do órgão, exigindo deslocamento de taxi até o local, que fecha para o almoço, das 12h às 14h. Tem voo de Letícia para Bogotá por volta de 16h.

Restaurante Tierras Amazónicas, especializado em peixes e frutos do mar (Crédito: Divulgação)

O retorno também é apertado. O voo de Bogotá chega 14h em Letícia e o de Tabatinga para Manaus sai às 16h. Dá tempo, mas é melhor não contar com a sorte e pernoitar em Letícia, tanto na ida quanto na volta. Com isso, você também ganha tempo para trocar reais por pesos colombianos, nas casas de câmbio da cidade.

Letícia tem bons hotéis. Dentre eles, o Decameron, um pouco caro, e o Waira, mais acessível e muito bom. O restaurante do Waira também é bem interessante, com menu de carnes de corte especiais. A desvantagem, no local, é que o sistema wifi só funciona na recepção e no restaurante. Não funciona nos quartos.

A cidade colombiana, apesar de pequena, é bem movimentada, com turistas estrangeiros em grande quantidade, atraídos pela Floresta Amazônica e pela porta de entrada para o Peru, que também faz fronteira.

Vale a pena conhecer a cidade num passeio de tuk tuk (triciclo motorizado, com cabine para transporte de passageiros). E prepare-se para o calor. Letícia, assim como a vizinha Tabatinga, é bem quente.

Uma boa pedida em Letícia é o bar e restaurante Tierras Amazônicas. Especializado em peixes e frutos do mar, o espaço se destaca pela decoração típica da região e o delicioso ceviche, de entrada. De origem peruana, a comida, bem refrescante, é feita à base de peixe cru, normalmente marinado em limão.

Margareth Queiroz, especial para o gastromundo.net

Sobre o portal gastromundo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*